Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Portos-secos: movimentação teve queda



A movimentação nos portos-secos em Minas Gerais caiu cerca de 10% em 2009 na comparação com o ano anterior, conforme estimativas do Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de Minas Gerais (Sdamg). Apesar do resultado negativo, as perspectivas são otimistas para 2010 em virtude da retomada da economia e de investimentos do setor privado.

O presidente do Sdamg, Frederico Pace Drumond, explicou que a base de comparação é forte, pois 2008 foi um ano atípico para o segmento em virtude do aquecimento econômico no período. Em 2009, os desembaraços foram afetados, principalmente no início do exercício, em virtude dos efeitos da crise financeira global.

No segundo semestre os desembaraços nos portos-secos passou a registrar melhora. Em novembro, por exemplo, foi verificado crescimento entre 4% e 5% na comparação com o período imediatamente anterior. Mas em dezembro, sazonalmente, há redução na movimentação.

As perspectivas para 2010 apontam para elevação no volume de desembaraços nos portos-secos em Minas Gerais, conforme Drumond. Em janeiro deste ano, que também é um mês com a movimentação reduzida, vem sendo registrado movimentação em alta.

Entre os motivos para a melhora verificada estão os desembaraços de importações de equipamentos e peças por parte do setor industrial no início de 2010, segundo o presidente do sindicato.

A estabilidade cambial também vem contribuindo para elevar as importações. No início do ano passado, com a valorização do dólar frente ao real, os pátios dos portos-secos ficaram lotados, pois os importadores optaram por não desembaraçar os produtos para evitar prejuízos.

Além disso, de acordo com Drumond, os investimentos em andamento no Estado deverão impulsionar a movimentação nas aduanas. Ele lembrou que o setor siderúrgico, por exemplo, possui projetos de aportes significativos, o que demandará a importação de alguns equipamentos.

O presidente do Sdamg destacou o investimento na usina siderúrgica da Vallourec & Sumitomo Tubos do Brasil (VSB), em Jeceaba (Campos das Vertentes). O projeto está orçado em US$ 1,6 bilhão e deverá entrar em operação em meados de 2010


Fonte: Rafael Tomaz
Animatto Webcom