Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Superávit acumulado de US$ 841 mi no mês



O saldo da balança comercial nas duas primeiras semanas de março foi positivo em US$ R$ 841 milhões, segundo informou ontem o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). O resultado acumulado foi divulgado somente ontem por causa do feriado prolongado de Carnaval.

Do superávit de US$ 841 milhões, as exportações responderam por US$ 6,477 bilhões (média diária de US$ 925,3 milhões) e as importações atingiram US$ 5,636 bilhões (média diária de US$ 805,1 milhões). Na primeira semana deste mês, com quatro dias úteis, a balança registrou um superávit de US$ 802 milhões e, na segunda semana (três dias úteis), houve saldo positivo de US$ 39 milhões. No acumulado de 2011, a balança comercial registra um superávit de US$ 2,463 bilhões - 211% a mais do que no mesmo período de 2010.

Até o último dia 13, a média diária das exportações era de US$ 925,3 milhões. Esse desempenho é 35,3% superior à média de US$ 683,8 milhões registrada em março de 2010. Segundo dados do Mdic, na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve crescimento nas exportações nas três categorias de produtos.

As vendas de básicos cresceram 47,6%, com destaque para as exportações de minério de cobre, trigo em grão, minério de ferro, milho em grão, carne de frango, bovina e suína, café em grão e farelo de soja. As vendas externas de semimanufaturados tiveram aumento de 42,1% e os principais embarques foram de ferro fundido, semimanufaturados de ferro e aço, óleo de soja em bruto, couros e peles, celulose, ferro-ligas e açúcar em bruto.

Na comparação com a média diária exportada em fevereiro (US$ 836,7 milhões), as vendas externas das duas primeiras semanas de março tiveram aumento de 10,6%. Nessa base de comparação, foram maiores as vendas de produtos básicos (15,7%), semimanufaturados (112,6%) e manufaturados (6,7%).

Com relação às importações, elas somam US$ 5,636 bilhões no mês de março, com uma média diária de US$ 805,1 milhões, o que representa um aumento de 23% ante a registrada em março do ano passado (US$ 654,6 milhões). Neste comparativo, segundo dados do Mdic, aumentaram os gastos com adubos e fertilizantes (80,8%), cobre e obras (40%), plásticos e obras (37,7%), equipamentos mecânicos (34,5%), veículos automóveis e partes (28,3%), combustíveis e lubrificantes (28,3%) e equipamentos elétricos e eletrônicos (26,7%).


Fonte: Diário do Comércio 15/03/2011
Animatto Webcom