Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Receita com exportação do agronegócio somou US$ 1,3 bilhão



A receita das esportações do agronegócio mineiro, no primeiro bimestre, foi da ordem de US$ 1,3 bilhão, superando em 40,38% a marca recorde registrada nos dois primeiros meses do ano passado. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).


De acordo com nota do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, a cifra movimentada pelos produtos da agricultura e pecuária de Minas no exterior, durante o período do ano, equivale a 23,54% do valor das exportações totais do Estado.


No acumulado do primeiro bimestre, a comercializaçãode café, léder das exportações do agronegócio mineiro - e o segundo no quadro das exportações de Minas, atrás somente do minério de ferro -, resultou em US$ 828,5 milhões, outro recorde. O novo valor registrado é 63,5% superior à receita das vendas externas do café de Minas no acumulado janeiro/fevereiro de 2010.


Além do aumento dos embarques de café, em cerca de 11,5% nos dois primeiros meses deste ano, houve também melhoria da cotação do produto no exterior. O preço médio no período foi de US$ 3,8 mil a tonelada, alta de 46,64% na comparação com o acumulado janeiro/fevereiro de 2010.


Conforme avaliação do superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), João Ricardo Albanez, a previsão é de crescimento das exportações de milho por Minas Gerais. Segundo ele, o registro de vendas da ordem de US$ 30,2 milhões, em janeiro e fevereiro, representa aumento de quase dez vezes na receita em relação ao mesmo período do ano passado.


Estoques - Segundo o técnico da Seapa, uma das explicações para o aumento das exportações é a perspectiva de queda de 16% dos estoques internacionais de milho atualmente de 145,2 milhões de toneladas. Outro fator é o aumento do consumo do grão nos Estados Unidos para a produção de etanol.


De acordo com estimativa da Companhia Brasileira de Abastecimento (Conab), para 2011, os embarques brasileiros de milho devem totalizar 9,5 milhões de toneladas, observa ainda Albanez. Esse volume equivale a 17,3% da produção nacional.


No grupo das carnes, a exportação do frango teve destaque, com uma receita de US$ 53,2 milhões, cerca de 83% maior que a do primeiro bimestre do ano passado. Conforme o superintendente, esse resultado foi favorecido, principalmente, pela elevação dos embarques neste ano, que alcançaram 29,8 mil toneladas, volume cerca de 51% maior que o do período anterior.


Já a exportação de carne bovina movimentou no primeiro bimestre a soma a soma de US$ 51,6 milhões, valor 30,3% superior ao registrado nos dois primeiros meses de 2010.


Madeiras e derivados também alcançaram resultados positivos na comercialização internacional, com uma receita de US$ 115,4 milhões, ou aumento de 10,2%.


Dos 129 países de destino das vendas do agronegócio mineiro destaram-se Alemanha, Estados Unidos, Itália e Japão, com parcelas de 15,2%, 14,5%,8% e 7,2% respectivamente, das exportações do Estado. Todos esses países registraram aumento nas compras ds produtos mineiros no primeiro bimentre do ano em relação ao mesmo período de 2010.


 


 



Fonte: Diário do Comércio 16/03/2011
Animatto Webcom