Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Portais para exportadores serão reformulados



Por meio de uma parceria entre o Projeto de Apoio à Internacionalização de Pequenas e Médias Empresas (PAIIPME) e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), os sites Portal do Exportador e Vitrine do Exportador serão reformulados. A medida tem por objetivo qualificar, ainda mais, o atendimento aos exportadores de pequenas e médias empresas, facilitando a navegação e enriquecendo os portais com uma série de informações necessárias ao empresário que pretende atuar no mercado internacional. O PAIIPME é executado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e cofinanciado pela União Europeia.

No Portal do Exportador (www.portaldoexportador.gov.br), as mudanças principais serão para priorizar as informações e serviços à inclusão das micro, pequenas e médias empresas no mercado mundial. O conteúdo do site é composto por mais de mil links de sites do Brasil e do exterior, organizados por assuntos, de forma a facilitar a pesquisa e disponibilizar grande diversidade de informações, além de conter divulgação periódica de notícias sobre comércio exterior e ações de órgãos do governo. "Nosso objetivo é fazer com que o portal seja o foco dos exportadores. Faremos isso de forma clara e simples", avalia o diretor do departamento de Planejamento da Secretaria de Comércio Exterior, Roberto Dantas.


Extensão - Após as modificações, os interessados navegarão com mais facilidade pelo portal. Além da reformulação técnica e visual do site, mediante o desenvolvimento de uma nova plataforma de informação, será criada uma área específica para a UE, com o objetivo de fornecer informações às empresas que desejarem efetuar negócios com o mercado europeu. No aspecto administrativo do portal, serão realizadas melhorias para a publicação e a manutenção do conteúdo e a formação de inteligência de dados. Outra novidade, de acordo com Dantas, é que após as modificações os interessados também terão informações sobre importações. "Antes, o portal atendia apenas as pessoas que tinham interesse em saber sobre exportações. De agora em diante, também alimentaremos o site com informações sobre importação. O portal torna-se mais completo", ressalta.

A Vitrine do Exportador (www.vitrinedoexportador.gov.br), que tem como finalidade promover empresas exportadoras brasileiras, também será reestruturado. Passará por uma reconstrução visual, funcional e estrutural, incluindo a divisão do site em três ambientes: um voltado para o exportador brasileiro, um para potenciais exportadores e outro para consulta de informações. "Vamos transformar a Vitrine em um catálogo de referência para os exportadores. Sendo assim, há necessidade de realizar melhorias nas funcionalidades do site."

Segundo Dantas, os portais precisam acompanhar o dinamismo do comércio internacional. "Enquanto o segmento cresce e torna-se tecnológico, precisamos acompanhá-lo. Ainda mais se trabalhamos com informação. Os sites não só auxiliam as pessoas, mas também oferecem informações sobre determinado assunto em tempo real. Precisávamos de tal evolução."


PAIIPME - O PAIIPME é fruto de um acordo de cooperação entre Brasil e União Europeia para a inserção competitiva das PME brasileiras no mercado europeu. Com um orçamento de 44 milhões de euros (metade proveniente de fundos não-reembolsáveis da União Europeia e metade proveniente de fundos brasileiros de origem pública e privada), é o maior projeto de cooperação técnica cofinanciado pela União Europeia em execução na América Latina. Suas ações acontecem por meio de parcerias com entidades nacionais, setoriais e locais, públicas e privadas. O MDIC, órgão brasileiro beneficiário dos recursos europeus destinados ao PAIIPME, delegou à ABDI a responsabilidade de executar as atividades de implementação e gestão do Projeto. A iniciativa já beneficiou mais de 2.500 PME, com ações de assistência técnica, formação de recursos humanos, aquisição de equipamentos de alta complexidade tecnológica, intercâmbio entre instituições homólogas, capacitação empresarial e realização de estudos.



Fonte: Diário do Comércio 06/05/2011
Animatto Webcom