Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Comércio Exterior: Exportações ganharam novo fôlego neste mês



As exportações brasileiras ganharam fôlego na primeira semana de maio de 2011, ou seja, no período entre os dias 1º e 8 deste mês. Em números gerais, as exportações alcançaram média diária de US$ 1,058 bilhão na primeira semana deste mês, ou seja, crescimento de 25,5% em relação à média diária de US$ 843 milhões registrada no mês de maio do ano passado.

Conforme detalhamento do resultado da balança comercial divulgado ontem pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), houve crescimento nas remessas de produtos básicos, semimanufaturados e manufaturados.

As exportações de produtos básicos alcançaram média diária de US$ 529,6 milhões, alta de 29,7% em relação à média de US$ 408,3 milhões de maio do ano passado. Os destaques, no segmento, foram trigo em grão, café em grão, soja em grão, minério de ferro, farelo de soja e carne de frango e suína.

Nos semimanufaturados, a média diária de exportações alcançou US$ 160,8 milhões na última semana, 44,9% a mais que a média de US$ 111 milhões de maio de 2010, com forte participação, nesse crescimento, de semimanufaturados de ferro e aço, ouro em forma semimanufaturada, óleo de soja em bruto, couros e peles e celulose.

Entre os manufaturados, a média diária de exportações na semana passada chegou a US$ 340,6 milhões, em alta de 10,1% ante a média de US$ 309,3 milhões de maio de 2010. Os destaques foram tubos flexíveis de ferro/aço, hidrocarbonetos, polímeros plásticos, partes de motores para veículos, laminados planos, pneumáticos, veículos de carga e autopeças.

Se os números das exportações da primeira semana de maio foram melhores do que os de maio do ano passado, o mesmo não ocorreu quando feita a comparação com os resultados de abril deste ano. A média diária de exportações da última semana, de US$ 1,058 bilhão, ficou 0,4% abaixo da marca de US$ 1,061 bilhão de média diária registrada no mês passado.

Segundo o Mdic, foram registradas quedas nas vendas de produtos manufaturados (-4,6%, de US$ 356,8 milhões, em abril, para US$ 340,6 milhões, em maio) e básicos (-2,5%, de US$ 543 milhões para US$ 529,6 milhões). Por outro lado, cresceram as exportações de semimanufaturados (18,1%, de US$ 136,2 milhões para US$ 160,8 milhões).


Importações - A média diária das importações na primeira semana de maio foi de US$ 864,2 milhões, 27,3% acima da média de US$ 678,8 milhões de maio do ano passado. O resultado da semana passada, no entanto, foi 10,3% menor que a média diária de US$ 963,7 milhões registrada em abril deste ano.

De acordo com o Mdic, em relação a maio do ano passado, houve aumento dos gastos com cereais e produtos de moagem (77,2%), adubos e fertilizantes (74,7%), plásticos e obras (49,9%), veículos automóveis e partes (32,2%) e equipamentos mecânicos (27,4%). Já em relação a abril deste ano, a queda envolveu principalmente químicos orgânicos/inorgânicos (-41,7%), combustíveis e lubrificantes (-33,0%), borracha e obras (-21,7%), adubos e fertilizantes (-19,7%) e veículos automóveis e partes (-12,6%).

Nos 86 dias úteis acumulados entre janeiro e a primeira semana de maio deste ano, as exportações brasileiras alcançaram US$ 76,695 bilhões, o que representa uma média diária de US$ 891,8 milhões.


Fonte: Diário do Comércio 10/05/2011
Animatto Webcom