Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Aeroportos devem ter lanchonete popular




 














ALISSON J. SILVA
As lanchonetes do Aeroporto de Confins tambémmantêm tabelas de preços que assustam muito os turistas
As lanchonetes do Aeroporto de Confins também mantêm tabelas de preços que assustam muito os turistas

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) deu início ontem à implantação de lanchonetes populares em 12 aeroportos brasileiros. A medida visa reduzir os preços da alimentação dos passageiros dentro dos terminais. O projeto-piloto deverá começar, em maio, pelo Aeroporto Internacional Afonso Pena de Curitiba, em São José dos Pinhais. Em seguida será implantado nos outros terminais da Copa de 2014, entre eles o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

O edital de concessão do espaço para a implantação de lanchonete popular em Curitiba foi publicado ontem no Diário Oficial da União (DOU). Os interessados deverão participar do pregão presencial, que será aberto no próximo dia 14. Vencerá o concorrente que oferecer o maior valor de aluguel pelo espaço. A loja terá 34 metros quadrados e ficará localizada no terraço panorâmico do aeroporto. Conforme a Infraero, o objetivo é estimular a concorrência entre os estabelecimentos que atuam nos aeroportos.

A novidade da disputa está nos preços de 15 produtos, que terão um valor máximo a ser cobrado dos passageiros e usuários dos terminais. Entre eles, o pão de queijo, que em Confins custa em média R$ 3,70, na lanchonete popular vai custar R$ 2. O cafezinho simples, de 50 ml, que custa R$ 3,20, poderá ser vendido no máximo por R$ 1,60.

Para determinar o preço máximo a ser cobrado, a Infraero pesquisou os estabelecimentos no entorno do aeroporto de Curitiba. O mesmo levantamento deverá ser feito nos entorno dos terminais que, em seguida, receberão o projeto, entre eles, Confins, o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão (Antonio Carlos Jobim) e Aeroporto Internacional de Salvador.

O diretor comercial da Infraero, Geraldo Moreira Neves, explicou ontem que a licitação do espaço no aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, será um teste para outros processos a serem implantados em todos os 12 terminais que atenderão ao público da Copa do Mundo de 2014. "A Infraero pretende contar com pelo menos uma lanchonete desse tipo em cada um dos aeroportos", afirma Neves. Ele ressaltou, ainda, que esse modelo só não deverá ser adotado em Guarulhos, Viracopos e Brasília, em função do processo de concessão desses aeroportos.















ALISSON J. SILVA
O aeroporto de Confins deverá ganhar uma lanchonete popular, com preços mais acessíveis aos usuários
O aeroporto de Confins deverá ganhar uma lanchonete popular, com preços mais acessíveis aos usuários

RDC - Além do projeto de instalação da lanchonete popular, a Infraero prevê o primeiro empreendimento por meio do Regime Diferenciado de Contratações (RDC) no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins.

Conforme publicado pelo DIÁRIO DO COMÉRCIO, o contrato será assinado com uma empresa para gerenciamento, assessoramento e apoio técnico à fiscalização do projeto executivo e das obras de reforma, ampliação e modernização da área do terminal de passageiros e construção da central de utilidades do aeroporto. O prazo de vigência do contrato será de 930 dias consecutivos contados a partir da expedição de ordem de serviço para início dos trabalhos.

No momento, estão sendo realizadas as obras da segunda fase da ampliação e modernização do Terminal 1 do aeroporto. As intervenções gerais, iniciadas em setembro, estão orçadas em R$ 223,9 milhões, e serão executadas em nove etapas. A previsão é que sejam concluídas até dezembro de 2013. Com as intervenções, a área total do terminal passará dos atuais 60,3 mil metros quadrados para 67,6 mil metros.





Fonte: DIÁRIO DO COMÉRCIO. DOUGLAS COUTO.
Animatto Webcom