Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Meta de exportação em 2012 é de US$ 264 bilhões



Existe a possibilidade de aumentarem as vendas de produtos manufaturados; embarques de minério devem ter queda. 


Brasília - O governo anunciou ontem a meta de exportações para 2012, de US$ 264 bilhões, o que representa um crescimento de 3,1% sobre os embarques realizados em 2011, que somaram US$ 257 bilhões. Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), essa meta ainda pode ser revisada ao longo do ano, como foi feito no ano passado. Além disso, a pasta divulgou o resultado da balança comercial de fevereiro, quando as exportações superaram as importações, e o saldo ficou positivo, em US$ 1,715 bilhão, valor 43,6% superior ao apurado no mesmo mês de 2011.

Para o secretário de Comércio Exterior, Alessandro Teixeira, o superávit comercial deste ano deverá ser maior do que o que foi apurado no ano passado, de US$ 23 bilhões, porém o Mdic não estabelece meta para importações e para o saldo comercial.

Segundo Teixeira, as razões que levaram a pasta a definir a meta de exportações no atual patamar, com crescimento abaixo da estimativa de expansão da economia brasileira do ano - entre 4% e 4,5%, segundo o Ministério da Fazenda - são o impacto da possível redução de exportações de minério de ferro este ano, tanto em preço quanto das quantidades.

Por outro lado, existe a possibilidade de aumentarem as vendas de produtos manufaturados, além de estar considerada na previsão do Mdic a recuperação da economia dos Estados Unidos.

"Há um ponto de interrogação da (economia da) União Europeia, que faz a gente ser mais cauteloso. A meta poderia ser mais ambiciosa, não podemos dizer quanto será. A tendência é de que a economia norte-americana se recupere mais no segundo semestre, e a gente deve ter um aumento das exportações", reforçou Teixeira


Fevereiro - Sobre o resultado comercial de fevereiro, os dados do Mdic apontam que o resultado positivo em US$ 1,7 bilhão no mês passado reverte o saldo negativo apurado em janeiro, de US$ 1,292 bilhão. Porém, o resultado positivo do mês foi alcançado com a ajuda de uma operação de peso: a venda de equipamentos para uma plataforma de exploração do petróleo, realizada na segunda semana do mês.

No mês passado, as exportações somaram US$ 18,028 bilhões, um crescimento de 29,3% ante fevereiro de 2011. Já as importações atingiram US$ 16,313 bilhões, um crescimento menor na mesma comparação, de 8,4%.

No período, a corrente de comércio alcançou a cifra recorde para meses de fevereiro de US$ 34,341 bilhões. Sobre igual período do ano anterior, a expansão da corrente de comércio foi de 12,0%, pela média diária.

No ano, o saldo da balança comercial está positivo em US$ 423 milhões, bem menor que o resultado apurado no mesmo período de 2011, que somava US$ 1,591 bilhão (queda de 73,4%). (AG)



Fonte: Diário do Comércio (AG).
Animatto Webcom