Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Exportações continuam fracas



As exportações de Minas Gerais ganharam um pequeno fôlego em março, porém, nada que mostre uma tendência de crescimento, mas sim uma conseqüência da menor quantidade de dias em fevereiro. Tanto que, apesar de neste confronto ter sido registrada uma evolução de 14%, frente ao mesmo mês de 2012, há uma baixa de 8,5% e, no trimestre, a queda é de 4,1% em relação ao igual período do ano passado.

Conforme dados divulgados pela Central Exportaminas, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), em março, as vendas externas do Estado tiveram participação de 16,6% do total nacional e somaram US$ 2,578 bilhões, 14% a mais que em fevereiro (US$ 2,260 bilhões) e 8,5% a menos que no mesmo mês de 2012 (US$ 2,818 bilhões).


No acumulado do primeiro trimestre, a receita gerada com os embarques estaduais somou US$ 7,483 bilhões, um decréscimo de 4,1% em relação ao mesmo período de 2012 (US$ 7,801 bilhões) e fatia de 14,7% do total nacional para o intervalo (US$ 50,839 bilhões).


No acumulado dos três primeiros meses deste ano, as importações somaram US$ 2,767 bilhões contra US$ 2,831 bilhões no mesmo período um exercício antes, uma redução de 2,3% e que valeu uma participação de 4,9% para as compras externas nacionais no trimestre.


Saldo - O saldo da balança comercial do Estado para março foi superavitário em US$ 1,645 bilhão, com crescimento de 14,7% em relação ao de fevereiro (US$ 1,434 bilhão). Na comparação com o superávit de idêntico período 2012 (US$ 1,853 bilhões), no entanto, houve retração de 11,3%. Em relação ao saldo da balança nacional em março, deficitário em US$ 1,278 bilhão, o resultado de Minas Gerais foi melhor.

Para o trimestre, o saldo fechou positivo em US$ 4,717 bilhões, mas contra US$ 4,970 bilhões no mesmo período de 2012 registrou queda de 5,1%. Em relação ao resultado nacional para o intervalo - déficit de US$ 5,150 bilhões - o desempenho de Minas foi bem superior.

A corrente comercial - soma das exportações com as importações - do Estado acumulou US$ 3,510 bilhões em março, aumento de 13,7% frente à do mês anterior (US$ 3,086 bilhões). No confronto com a movimentação financeira gerada pelos embarques e desembarques do mesmo período de 2012 (US$ 3,783 bilhões), porém, houve recuo de 7,2%. A participação do comércio exterior de Minas no nacional foi de 10,8%.

O comércio exterior de Minas Gerais, considerando as divisas das exportações e das importações no primeiro trimestre somou US$ 10,250 bilhões, o correspondente a 9,6% do total nacional e a uma queda de 3,6% em relação à corrente do mesmo período de 2012 (US$ 10,632 bilhões).






Fonte: LEONARDO FRANCIA
Animatto Webcom