Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Terminal 2 de Confins pode ficar pronto um ano antes



Em agosto do ano que vem, o novo dono do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) assume a gestão do terminal. Por contrato, o consórcio AeroBrasil, formado pelo grupo CCR (Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Soares Penido) e por operadores de Zurique (Suíça) e Munique (Alemanha), tem a obrigação de construir o Terminal 2 até 2016. Entretanto, se depender do governo de Minas Gerais, a obra vai sair antes.
O subsecretário de Investimentos Estratégicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), Luiz Antonio Athayde, afirma que o concessionário tem todas as condições para entregar o Terminal 2 muito antes desse prazo. É que, desde 2011, já existe um projeto básico e executivo pronto. “A decisão é do concessionário, que tem toda a liberdade de escolher outro padrão, mas, se seguir o projeto, pode sair muito rápido”.

Procurado pela reportagem, o grupo CCR afirmou, via assessoria de imprensa, que só vai se pronunciar após a assinatura do contrato, marcada para 17 de março de 2014. Entretanto, no dia do leilão de Confins, em 22 de novembro, o diretor de Novos Negócios da CCR, Leonardo Vianna, disse que há o interesse em aproveitar os projetos do Estado para Confins.

O governo de Minas coordenou a licitação dos projetos básico e executivo para o Terminal 2, feito pelo consórcio Concremat/Themag. O custo, de R$ 10,46 milhões, foi financiado pela Infraero. A luta para tentar emplacar a obra tem pelo menos quatro anos. Em 2009, o Terminal 2 já estava previsto no Masterplan, um projeto de transformar Confins em uma “aerotrópolis”, ampliando a capacidade anual de passageiros em mais 10 milhões (hoje são 10,4 milhões), até 2018. A ideia era construí-lo integrado ao Terminal 1, que atualmente está em reforma.

Já naquela época, a proposta era construir o segundo terminal em duas fases, ampliando em 5 milhões de passageiros até 2014, e outros 5 milhões até 2018. No dia do lançamento do edital para este terminal, em 2011, a secretária de Desenvolvimento, Dorothea Werneck, chegou a comentar que a obra seria de rápida execução, em no máximo um ano e meio. “Como o terminal será construído em aço e vidro, esperamos que ele possa ser concluído em 18 meses”, disse ela na ocasião.

Se o concessionário começar a obra assim que assumir, em agosto de 2014, conseguiria entregar tudo no fim de 2015, com um ano de antecedência em relação ao prazo previsto no contrato. O CCR arrematou o aeroporto mineiro por R$ 1,82 bilhão e vai explorá-lo por 30 anos.


Fonte: QUEILA ARIADNE - O Tempo
Animatto Webcom