Endereço

Rua Pernambuco, 1002 - Sala 601
Savassi | CEP 30130-151
Belo Horizonte, MG
Tel.: 3261 8282 - 3262-4130/0876
sdamg@sdamg.com.br


Clique aqui para acessar a Intranet

Notícias

voltar        

Apex espera movimentar US$ 6 bilhões na Copa



Durante a Copa do Mundo, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) desenvolverá ações de interação entre empresários estrangeiros e brasileiros, na expectativa de alcançar cerca de US$ 6 bilhões em negócios. Mais de 2,3 mil compradores, investidores e formadores de opinião de 104 países estarão no Brasil, neste período, participando de agendas de negócios organizadas pelo Projeto Copa do Mundo, uma iniciativa da Apex.

A Copa está apenas começando, mas negócios decorrentes de visitas realizadas pelos estrangeiros já estão sendo iniciados, afirmou na sexta-feira Mauricio Borges, presidente da Apex-Brasil, em entrevista coletiva à imprensa no Centro Aberto de Mídia (CAM) João Saldanha, no Rio de Janeiro. Entre os países com representantes no Projeto Copa do Mundo estão os maiores parceiros comerciais do Brasil como China, Estados Unidos e Japão, países europeus e da América Latina.

Desenvolvido em parceria com mais de 700 empresas e entidades setoriais brasileiras, o Projeto Copa do Mundo tem ações previstas em 12 jogos do mundial, em cinco cidades brasileiras: São Paulo, Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Além das agendas de negócios, a Apex-Brasil vai oferecer um ambiente de hospitality nos estádios, preparado para estimular o diálogo entre empresários brasileiros e estrangeiros, diferentemente do que acontece em reuniões convencionais de negócios. "A ação reforça a confiança, lealdade e parceria, indispensáveis para a realização de negócios, que é o objetivo principal do projeto", disse Borges.

A primeira fase do projeto foi realizada pela Apex-Brasil durante a Copa das Confederações, entre 15 e 30 de junho de 2013, e gerou US$ 3 bilhões em negócios fechados entre as empresas brasileiras e os 903 empresários estrangeiros vindos de mais de 70 países.

Setores - Neste ano, os convidados de 104 países vão se encontrar com representantes dos setores brasileiros de tecnologia e saúde; casa e construção; alimentos, bebidas e agronegócios; moda; máquinas e equipamentos; economia Criativa; e serviços.

Mais de 800 agendas de negócios estão sendo organizadas pelas empresas e entidades setoriais parceiras. Essas agendas ocorrerão nos dias anteriores e posteriores aos jogos da Copa, e incluem reuniões com compradores, palestras, seminários, visitas a fábricas, fazendas, laboratórios e outras instalações produtivas.


Fonte: DA REDAÇÃO. DIÁRIO DO COMÉRCIO.
Animatto Webcom